...e os sonhos? eram só sonhos...e a vida? a vida continua... e eu? eu sobrevivi...
...obrigada por afagar, com seu olhar e seu carinho meus escritos...

segunda-feira, 2 de março de 2015

Lembra, amor?






Chovia...fazia frio...
E você, amor,  dizia:
“Chuva sempre me lembra você...”
Hoje, não chove, faz sol,
Mas mesmo se chovesse,
Você não lembraria mais de mim,
Enquanto  eu...mesmo sem chuva,
Continuo lembrando  de você...
(ania - 2011)


6 comentários:

  1. Lindo amor que deixa saudades!! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. É difícil esquecer um agrande amor...
    Beijos, Élys.

    ResponderExcluir
  3. Escrito com muita sensibilidade e talento. Parabéns, poetisa! Felicidades!
    Gianluca

    ResponderExcluir
  4. A gente não esquece NUNCA!
    beijogrande

    ResponderExcluir
  5. Onde estou? No campo azul de Ania? Na casa de varanda e porta azul em que vivi? Incrível a semelhança dos quadros...
    Aqui vi Fernando encontrar-se com Adélia, Florbela, Cecília, e viajarem livres nos trilhos dos corações. Aqui eu vi as mãos de Ania bordando poesias...
    Ania, em 2013 retratei num poema uma cena antiga. A menina ainda dança naquela varanda azul...
    Visite o poema no Recanto. Ele te aguarda....
    Fraternos abraços de um simples poeta.

    ResponderExcluir
  6. Tanta delicadeza, uma suavidade que nos envolve, seu blog é lindo!
    Sem falar na sensibilidade de cada palavra... :)

    ResponderExcluir

Seu comentário afaga minha alma...obrigada!