...e os sonhos? eram só sonhos...e a vida? a vida continua... e eu? eu sobrevivi...
...obrigada por afagar, com seu olhar e seu carinho meus escritos...

terça-feira, 18 de abril de 2017

Explosão da dor...







...e rompe-se o silêncio
e a mordaça se rasga,
se parte, despedaça
em mil fragmentos...

...e a dor explode
em mil gritos alucinados,
não mais abafados
em prantos escondidos...

...e o choro eclode
e aos turbilhões
verte, desagua
como cascata incontrolável...

...e o coração sangra
ferido, debilitado
trêmulo ofega,
pulsando ainda por ti...
(ania)


4 comentários:

  1. Uma profunda dor de amor! Linda poesia! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Um triste momento que inspira uma linda poesia.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  3. Dor de amor, rejeição, injustiças são dores na alma! Dilaceram o espírito.
    Muito lindo poema, gostei!
    Beijo, Ania! Uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  4. Profundos y preciosos versos. No olvides que amor, con amor se cura.

    Un placer leerte.
    Feliz día.

    ResponderExcluir

Seu comentário afaga minha alma...obrigada!